De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2006

No Poder, sim!... mas não a gerir a nossa conta bancária!

As vozes que se levantam do Porto a exigirem um referendo quanto à OTA e TGV têm todo o meu apoio. E deveriam ter o apoio de todos os portugueses. Há muita gente ainda mal informada?... Talvez, mas temos a perfeita noção dos euros que nos vão nos bolsos, temos a noção da nossa paupérrima segurança social, temos a claríssima noção de como somos tratados nos hospitais - exactamente como números, em que as listas de espera intermináveis dão passaporte gratuito para o outro mundo.
Entretanto, fazem-se estádios escandalosos, gastam-se fortunas de cada vez que os governos mudam, em carros, mobílias, viagens, lobbies e amigalhaços etc, etc, etc...
Sócrates venceu as eleições. Mas não pode definitivamente dispôr a seu belo prazer das nossas contas bancárias, das nossas vidas ou dos nossos filhos.
Venha o referendo!...Rápido! Eu estou, aqui, de caneta em punho, em Lisboa, pronta para assinar, a favor dos desfavorecidos, de uma classe média sufocada e perseguida, a favor de uma Saúde decente, a favor dos idosos que sobrevivem miserávelmente, enfim, - a favor da dignidade humana!

publicado por padeiradealjubarrota às 13:06
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De jurgen a 8 de Fevereiro de 2006 às 17:03
Sócrates ganhou a eleições e, com esse fundamento de legitimidade, governa. Mas há dois detalhes que abalam o fundamento dessa legitimidade. O primeiro, é que Sócrates ganhou as eleições prometendo fazer o contrário daquilo que realmente tem feito e, designadamente, prometendo criar 100 mil empregos, sendo que, todavia, criou 100 mil desempregos! O segundo, é que, como escreveu um filósofo alemão, «os votos deviam ser pesados e não contados»! Ou seja, se a acção governativa não for objectivamente idónea à realização do bem comum,carece de legitimidade, apesar dos votos, e legitima a fúria da padeira de Aljubarrota. Não a fúria de uma padeirinha delicada como a deste blog, mas sim a de uma musculada e de mau génio, como a Tia Brites!
De rules a 16 de Janeiro de 2006 às 15:52
Assino já isso, manda vir...
De Elsita a 16 de Janeiro de 2006 às 14:51
Devemos sempre estar de braço levantado e prontas a lutar pelas incoerências, pela falta de rigor, pelos nossos direitos!A luta é um direito e por vezes um dever!Não abafar o grito, é urgente na OTA, no TGV e não só!Boa semanita. Tambem estou no: http://utilidades.blogs.sapo.pt e no http://ritmos.blogs.sapo.pt
De pechanense a 16 de Janeiro de 2006 às 14:37
É necessário discutir para que fiquemos todos esclarecidos quanto à “opção Ota”. Certamente que um referendo ajudaria a esclarecer muitas coisas! Quanto à barba… é verdade. Existe! Mas o melhor é ires confirmar ao pechanense (lol)
De NILSON a 16 de Janeiro de 2006 às 11:03
Discordo frontalmente. Eu não tenho opinião, porque o assunto é muito complexo. Para além disso o referendo cairia numa clubite partidária e lá se ia o esclarecimento. Beijinhos.
De Bic Laranja a 15 de Janeiro de 2006 às 12:16
Venha lá o referendo. Cumpts.
De http://ecurioso.blogs.sapo.pt/ a 13 de Janeiro de 2006 às 23:19
Sexta-feira 13 esta no fim... Um bom fim-de-semana.
De JT a 13 de Janeiro de 2006 às 19:44
A generalidade dos que estão a favor do nosso endividamento são os que ganham com isso! Quando eles aparecem com discursos elaborados a defender estas obras como a sagrada via para o desenvolvimento, estão a falar deles; do seu próprio desenvolvimento económico. O que é urgente fazer é limitar constitucionalmente a capacidade de endividamento do governo. Doutra forma, seja qual for o governo, vão continuar na mesma política de se favorecerem e aos amigos e nós, filhos, netos..., havemos de pagar!
De gaivotadaria a 12 de Janeiro de 2006 às 23:19
Claro que tens razão. Revolto-me contra a injustiça. O progresso a atropelar os mais fracos, como se não houvesse coisas mais prioritarias.
De http://ecurioso.blogs.sapo.pt/ a 12 de Janeiro de 2006 às 16:11
Assino

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds