De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Segunda-feira, 18 de Julho de 2005

BELEZA...

Num mundo selva de pedra onde o terrorismo alastra irreversivelmente, em qualquer lugar, seja praia, cinema, centro comercial, transporte público...
Num mundo tiranizado pelo Homem, com secas e faltas de água dramáticas e incêndios que devastam tecendo morte a tantos soldados da Paz...
Num mundo de angústia latente, deixo hoje aqui, para quem queira repousar, um nada de frescura...

Dia 15, 6ª feira, hora de ponta, num arrastão de carros, passo a passo, num sinal da Av. de Berna, vejo deambular por entre eles, alegremente, uma jovem mulher, de sorriso azul, esbelta e esguia...«Leanor pela verdura»...
Atrás dela seguia uma miúda de cerca de doze anos, igualmente bonita. Pareciam as duas saídas de um quadro de Van Gogh, tal era a a graça, a frescura... as saias coloridas e leves esvoaçando ao vento.
A mais velha trazia na mão uma esponja para lavar os vidros. Ao aproximar-se do meu carro, fiz-lhe imediatamenbte sinal, que não! Até porque não havia tempo... e os vidros ficavam pior.
Ela... debitou-me um sorriso ainda mais largo e branco...e plantou-me no vidro um 'coração' feito de espuma.
E foi-se embora... quase brincado, atrevida, distribuindo sorrisos, e ouvindo outros 'nãos'. Nehuma janela se abriu.
Fiquei pregada ao retrovisor, arrependida, à espera que ela voltasse, queria dar-lhe qualquer coisa...
Quem era, não sei...Sei que pedia...Era uma mulher imigrante, como tantas por aí, possivelmente manipulada pela negras máfias...
O coração... permanece no meu vidro; porque não chove, porque não há tempo para lavar o carro, porque... simplesmente faz-me mais feliz.

Nesse dia, àquela hora, aquela mulher merecia todas as moedas disponíveis. Porque com a sua graça desenvolta... coloriu Lisboa. Porque com a sua Beleza iluminou um pouco mais o mundo.
...«chove (ia) nela graça tanta, que dá (va) graça à formusura»... Ia formosa e 'bem' segura!...







publicado por padeiradealjubarrota às 12:31
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Julho de 2005

Reflexão

A Verticalidade do homem depende do modo como utiliza a escada para chegar ao outro extremo. Se a pôe na vertical, eleva-se; mas se a pôe na horizontal, rasteja. B. Franklin
publicado por padeiradealjubarrota às 09:13
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Julho de 2005

Paquistaneses Britânicos

Chega a isto o Terrorismo. Ninguém está a salvo. Agora são os filhos da terra, neste caso Inglaterra, a fazerem-se explodir. A insatisfação não justifica morte. O Fanatismo alberga tudo.
Também em Bagdad 30 crianças foram mortas num atentado suicida. Crianças que recebiam doces de mãos estendidas...
A «nova geração» palestiniana (não fundamentalista) apesar de todo um passado de desilusão e amargura, só deseja: -PAZ!...
publicado por padeiradealjubarrota às 21:18
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Terrorismo internacional

Freitas do Amaral, duvida que a Cimeira das Lajes (Açores) possa custar ataque a Portugal, por não acreditar que os terroristas recorram a um 'critério fotográfico' para a escolha de alvos.
Mas afinal qual é o critério terrorista?? Aguém sabe o que vai naquelas mentes perturbadas? Se assim for, se ficarmos a salvo, o que duvido, não querendo ser alarmista, deitemos as mãos aos céus... ou bendigamos Maomet!
Da dita cimeira, Durão era o anfitrião. (Até rima!) Acham pouco? - Bush, Aznar, Blair, viram a morte de inocentes consternar os seus países. Durão, na posição que ocupa na comunidade europeia, não passa de todo desapercebido. Eram quatro, na cimeira. Falta um. Se nada nos acontecer, com as ameças que já pairam sobre a Itália e Dinamarca, bem podemos acreditar que há uma fonte protectora deste mini cantinho eternamente a vegetar... e às aranhas.
publicado por padeiradealjubarrota às 11:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Julho de 2005

Espirito deste blog

Deixo aqui claro, que sou pela «Liberdade de ideias», pelo confronto de ideias de qualquer tipo ou natureza. Sejam elas quais forem. Quanto ao «insulto gratuito», ou pessoal, será na hora «eclipsado». Gasto inútil.
publicado por padeiradealjubarrota às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Julho de 2005

Terrorismo e fanatismo

«Monstros»: - é a unica palavra possível para defenir estes entes fanáticos.

11 de Setembro, depois Espanha, Inglaterra... Portugal que se cuide! Não vejo bem como...
Não é de estranhar os atentados terroristas durante esta cimeira, ainda por cima, depois da escolha de Inglaterra para os jogos olímpicos. Bem sei, eles ainda não são bruxos, mas parece, para lá caminham...
Só há uma postura: não temer.
publicado por padeiradealjubarrota às 20:19
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 3 de Julho de 2005

Live 8

Contra a Fome... contra a Pobreza: a música sempre foi poderosa. Sempre foi. - A chamada de atenção, «a pressão» para esse drama que dízima África, não pode parar... Nunca. Aguardemos a cimeira da próxima semana.
O que fazer então, com os governantes e políticos «corruptos» que esmagam o povo e o espezinham indiferentes, enquanto vivem majestosamente «nadando em dinheiro».
publicado por padeiradealjubarrota às 00:20
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds