De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Sábado, 25 de Março de 2006

VPV e CCS (O Espectro) disseram bye bye à Net...

Porque foram simplesmente forçados a isso. Recebem chorudos ordenados e não podiam ali estar gratuitamente. Dizem 'as más linguas', que, só vieram a público, para concorrer com o Abrupto de Pacheco Pereira e... ultrapassá-lo!... Não é desprovido de razoabilidade.
Se venceram nos comentários, não sei. O que sei é que é normalíssimo que tenham montes de comentários, fartotes, porque são figuras públicas, óptimos comentadores e controversos, mas, acima de tudo, porque entraram no jogo e na «acessibilidade directa do tu cá tu lá», caso inédito nos «conceituados», que dão o nome e não a cara... ou a Voz.
O Abrupto de PP é interessante, mas mudo e quedo. Pode-se enviar e-mails, mas continua impenetrável, mudo.
Quanto à célebre dupla, se continuar a escrever sem dar o nome, mergulhará no mar imenso dos blogues anónimos (ou, dos da «seita», todos senhoriais e quedos), decrescendo «abruptamente» nos comentários. Mas poderão continuar a escrever...e a «divertirem-se», como o afirmou VPV.
Não deve dar gozo.
publicado por padeiradealjubarrota às 10:40
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Março de 2006

Falta de Liberdade

A falta de liberdade chegou, infelizmente, ao Sapo. Ou talvez não. Aguardemos se temos todos de mudar compulsivamente para aquelas imagens estáticas, lívidas... com o batráquio a zombar de nós.
São mais práticos, os novos blogues?... Talvez, mas caramba!, que falta de imaginação! Há-os tão originais, tão bonitos, tão criativos! «Retirar-lhes a alma»?... Assim não compensa, de facto, não. Deixem-nos Voar!
publicado por padeiradealjubarrota às 02:44
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Março de 2006

Dia Nacional do Consumidor

Há queixas mais prementes e importantes. Mas, todas elas, a que nos exploram, importam!
A Emel tem um comportamento pouco recomendável.Inconcebível e arrogante.
Há cerca de uma semana, numa rua perto da praça de Londres, estavam uma data de carros selados e bloqueados... e as máquinas avariadas, como muitas vezes acontece.
Querendo estacionar, e tendo já verificado que as malditas máquinas «engoliam» as moedas e encravavam também, fui directa a um agente que me acompanhou até ela. Quando lá chegou, frente a duas testemunhas minhas, teve a lata de pôr um arame na ranhura e de dizer que estava em óptimas condições!
Pedi-lhe a identificação que recusou, mas, mais tarde como eu lha exigisse de novo e estando ao lado um colega seu, viu-se obrigado a dar-ma, exigindo-me por sua vez o meu BI e carta de condução!! Mais, como eu dissessse que ia reclamar, «ameaçou-me», de que se o seu nome aparecesse em qualquer lado, «que esperasse para ver o que me iria acontecer».
Não fui multada, não cheguei a estacionar. Foram, injustamente, muitos outros.
Reclamei à Deco, à Emel, escrevi para um jornal. Portugal só andará para a frente se nos mexermos e não nos conformarmos. Façamos isso, ao menos, por todos nós.
publicado por padeiradealjubarrota às 22:56
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Aleluia!

It´s a Glorious Day! Um sol maravilhoso, azul em abundância, céu e mar, ar ameno. Tudo gratuito! Somos uns sortudos e não sabemos. Pare um minuto que seja, respire fundo... e aprecie. Agradeça.
publicado por padeiradealjubarrota às 13:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Março de 2006

O primeiro dia


Houve dignidade na tomada de posse do Presidente da República. Tanto
Sampaio como Cavaco têm sentido de Estado. E outra coisa não era de esperar, são ambos pessoas educadas.
A atitude de Mário Soares, ao contrário de Alegre, mostra mesquinhez, mau perder... e péssimo feitio. Livra!......Coitada da Maria!
Na panorâmica geral, parlamentar, Portas, um pouco «en-cavacado» esteve à coca...e Sócrates, à cautela, enviava sorrisinhos subreptícios a Costa.
Amigos, quando é que nos deixamos de esquemas e de tretas? O que está qui em causa é PORTUGAL. Estamos fartos de politiquices, de Direitas e de Esquerdas. Queremos UNIDADE. Apenas isso, acho que já é tempo, caramba!
publicado por padeiradealjubarrota às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Março de 2006

Truman Capote

Fui ver o filme. Uma excelente interpretação.
Impressionante é a personalidade do escritor, esse ente que é Truman Capote. Um homem ambíguo, oportunista, egocentrista... e cobarde.
A empatia feita de «interesses» que se gera entre o escritor e um dos assassinos, Perry, ambos com uma infância dificil, ainda poderá ser suportável por parte de quem está preso e pretende não ser executado. Mas, no que diz respeito ao escritor, a sua atitude torna-se quase maquiavélica e desprezível.
Primeiro está a vã glória de vencer! A vaidade!... O best seller! E, para isso, este não olha a meios. Capote vende-se, na amizade, mente descaradamente, arranja advogados a seu belo prazer para poder «adiar» os julgamentos e escrever o livro até à última gota de sange. E desasaparece, não dá sequer resposta aos pedidos desesperados do prisioneiro «na hora H».
Pelo contrário, desespera, sim, desespera, quando a execução demora e lhe atraza o desfecho do livro que terá de sair na renntreé, em Outubro.
O titulo do livro - A sangue frio - , assenta bem melhor à personalidade do escritor. Há muitas formas de matar sem escrúpulos.
Impressionante, e....Disgusting.
publicado por padeiradealjubarrota às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds