De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

RESPOSTA A SOUSA TAVARES

 

Miguel de Sousa Tavares escreve no seu artigo 'Portugueses' ( Expresso, 20 de Janeiro de 2007):

« Que uma grande parte dos portugueses ache que Salazar e Cunhal são dos maiores de sempre entre nós explica a razão pela qual somos actualmente o mais atrasado país da Europa.»

A minha opinião é a seguinte: Em Cunhal votaram obrigatóriamente e em peso todos os copmunistas: o partido.

Quanto à volumosa e inesperada (para a RTP) votação em Salazar, não quer dizer que os portugueses o achem verdadeiramente «Ideal», ou o  «Maior». Quer pura e simplesmente mostrar que os portugueses estão fartíssimos de apertar o cinto sem quaisquer resultados e  que estão pelos cabelos  de ver o seu esforço ir «parar» aos «bolsos» alheios, ou melhor dizendo, aos «tachos dos amiguinhos... e compadrios».

É exactamente isso que os portugueses querem dizer, ou não dá para entender??

Salazar poderá ter tido todos os defeitos e mais alguns, menos um: - o do despesismo e «Mordomias». Morreu sem um chavo. E ao que parece,  deixou por cá várias barras de ouro amontoadas. Onde estão elas?...

Os portugueses estão desacreditados. Dois dos principais partidos são os culpados. Não saimos da cepa torta. 

publicado por padeiradealjubarrota às 00:09
link do post | comentar | favorito
|
25 comentários:
De helena paula a 22 de Janeiro de 2007 às 11:06
INFELIZMENTE OS PORTUGUESES AO TEREM UMA LISTA DE OS 10 MAIORES PORTUGUESES, APENAS ESTÃO A DIZER Q ESTÃO DEZESPERADOS POR UM HOMEM OU MULHER QUE PONHA ESTE PAÍS PARA CIMA, OS PORTUGUESES NA MINHA OPINIÃO SÃO UM GRANDE POVO ( PORTUGUESES PUROS - NAO ESTRAGEIROS COM NACIONALIDADE PORTUGUESA) LUTAM QUANDO TEM DE LUTAR, E FAZEM OS MAIORES SACRIFICIOS PARA QUE AS COISAS VÃO PARA A FRENTE, TODOS OS HOMENS NA LISTA DOS 10 MAIS SÃO DE ALGUMA FORMA REVOLUCIONÁRIOS E FIZERAM ALGUMA COISA PELO PAÍS SACRIFICANDO EM TODOS, E REPITO TODOS OS CASOS ALI EXPOSTOS A VIDA PESSOAL PARA ALCAÇAREM UM BEM MAIOR.... NESTE MOMENTOS OS PORTUGUESES ANDAM DESILUDIDOS COM O PROPRIO PAÍS, LIMITAMDO-SE A OLHAR PARA O PROPRIO HUMBIGO, QUAS~E SEM SE INTERESSAREM PELO QUE SE PASSA Á SUA VOLTA, PORQUE AS COISAS NÃO MUDAM HÁ JÁ MUITOS ANOS, ATÉ TEM PIORADO, COM OS GOVERNOS SEJAM ELES DE ESQUERDA O DE DIREITA A CORTAREM SUCESSIVAMENTE NA EDUCAÇAO E NA SAÚDE ESTE PAÍS VAI MESMO POR ÁGUA ABAIXO, NÃO PODEMOS ESQUECER QUE TAMBEM HA UMA ENORME FALTA DE INTERESSE POR PARTE DO ESTADO EM MATER CÁ OS JOVENS INTELIGENTES E INTELECTUAIS NAS MAIS DIVERSAS ÁREAS PARA OS DEIXAR IR PARA OUTROS PAÍSES AJUDAR AO DESENVOLVIMENTO DESSES MESMOS PAÍSES QUE OS VEM CÁ BUSCAR, NADA COMO MENTES BRILHANTES AJUDAM MAIS A DESENVOLVER OS PAÍSES, MAS NÓS AINDA TEMOS UMA MENTALIDADE DEMASIADO PEQUENA PARA PERCEBER QUE ESSAS MENTES BRILHANTES AO AJUDAREM NO PROGRESSO E DESENVOLVIMENTO DO PAÍS POR CONSEQUENCIA IRIA ACABANDO A FOME, A POBREZA, O DESEMPREGO, A EDUCAÇÃO PRECÁRIA QUE TEMOS, ENFIM A LISTA É GRANDE...
COMO PORTUGUESA DE ALMA E CORPO QUE SOU, ESTOU EXTREMAMENTE DESILUDIDA COM AQUELES QUE SE DIZEM PORTUGUESES E GOVERNAM ESTE PAÍS E NÃO TEM O MINIMO RESPEITO PELOS PORTUGUESES QUE TANTOS SACRIFICIOS TEM FEITO NESTES ULTIMOS ANOS, ESSES PORTUGUESES QUE GOVERNAM O PAÍS SÃO NA SUA GRANDE MAIORIA OPORTUNISTAS, QUE APENAS VÊM O IMEDIATO (SÃO COMO OS BURROS QUE TEM PALAS NOS OLHOS).
PRECISAMOS URGENTEMENTE DE UM "LOUCO" (ALGUEM QUE AME ESTE PAÍS E QUE FAÇA ALGUMA COISA POR ELE) PARA SAIRMOS DO MARASMO EM QUE ESTAMOS...
De touaqui42 a 22 de Janeiro de 2007 às 13:41
Ora bem e não mais estou de acordo com a questão do SALAZAR ter sido um BOM MEALHEIRO.
Que fizeram estes POLITICOS actuais a não ser desbaratar o que o tal DESGRAÇADO JUNTOU.
Que fizeram estes MELROS da POLITICA ACTUAL que pedem ao POVO constantemente que faça sacrificios em PAGAR a SEUS BELOS PRAZERES as suas GASTRONOMICAS E EXOBERANTES GASTOS no SEU ENCHER O BOLSO.
A QUEM DEFENDEM ESTES ACTUAIS POLITICOS DE PACOTILHA A NÃO SER ENCHER O BANDULHO do que o DESGRAÇADO TONINHO JUNTOU EM BARRAS DE OURO.
MAS POR VENTURA ESTES POLITICOS DE PACOTILHA TEEM QUALIDADES DE GOVERNAR PORTUGAL.
NÃO GOZEN COM O POVO.
QUANDO SE GOVERNA GOVERNA_SE E ASSUME_SE AS SUAS RESPONSABILIDADES , ASSIM COMO HOJE DIZEM O TONINHO FEZ ISTO OU AQUILO .
AFINAL ESTES POLITICOS DE HOJE SÃO PIORES DO QUE O TONINHO , OU HAVERÀ DÚVIDAS NA QUESTÃO.
O DESGRAÇADO DO TONINHO NEM 100 CONTOS TINHA NA SUA CONTA e HOJE.
De Barão da Tróia a 22 de Janeiro de 2007 às 16:46
Eu o que acho triste é que se perca tempo com cretinices desse tipo ao invés de se lutar para melhorar esta chafarica onde vivemos.Boa semana.
De Carlos Tavares a 23 de Janeiro de 2007 às 09:21
Que exista em Portugal gente que liga a pseudo-comentadores como o Miguel Sousa Tavares explica a razão pela qual somos actualmente o mais atrasado país da Europa...
De pechanense a 23 de Janeiro de 2007 às 10:39
Concordo contigo e sem dúvida, que não posso deixar de concordar com o que disse o Carlos Tavares antes de mim.

Um abraço!
De aquimetem a 23 de Janeiro de 2007 às 12:54
Grato pela vossa visita e comentário deixado no meu blog. Quanto à interpretação feita sobre o tal artigo do Sousa Tavares achei-a real e muito bem fundamentada. Parabéns! Sabe, o 25 de Abril já foi há + de 30 anos, e parte destes comentadores e políticos de aviário que temos hoje, tinham então uns 15 ou 18 anitos, e alguns nem tinham nascido. Eram estudantes e filhos de país com dinheiro, nunca trabalharam no duro. O próprio Álvaro Cunhal não era o pobre coitadinho que pintam, e o Mário Soares, muito menos. Salazar, sim. O Sousa Tavares cuja mãe e até o pai admirei, pode falar com todo o à vontade que fortuna não lhe falta, quanto a critério... Deus sabe.
Sem nunca ter sido salazarista alinhado, lamento dizer que quanto a liberdade de expressão cheguei a ter muito mais receio de falar em publico logo após o 25 de Abril, que antes; e agora, tenho também mais medo de andar na rua ou por esse Portugal fora. E esta !!!
Os portugueses quando chega à hora sabem decidir.
De js a 23 de Janeiro de 2007 às 13:54
...e eu fui um dos que num artigo incentivei que se votasse em Salazar ... como forma de mostrar a esta camabda de politicos mal formados que estamos fartos deles ...até porque dizem mal do Salazarismo mas copiam-no das mais diversas formas ... e entre um original e uma cópia é sempre preferivel o original!... FORÇ'AÍ! js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt ...
QUANTO A ESSE MST já estou faerto dos seus txtos lembro-me de um em que ataca os bloggers de toda a maneira e feitio ...só porque alguém esclareceu que ele tinha plagiado um livro...teses parvasnuma form
De Andesman a 23 de Janeiro de 2007 às 14:47
Nunca fui defensor de Salazar a quem responsabilizo por muito do nosso atraso actual com a sua política do "orgulhosamente só". Devemos reconhecer-lhe o mérito de ter pegado na governação do país num dos seus mais difíceis momentos e de ter normalizado as contas do pais. Depois agarrou-se ao poder, deixou os cofres cheios mas o país entalado. Não investiu no desenvolvimento do país e na educação, considerava que o povo português era essencialmente agrícola e por isso não necessitava de muita instrução. Como amealhou e não investiu; deixou ouro e dinheiro e muita ignorância. Tem a sua importância porque dirigiu o nosso país durante meio século.
Quanto a MST, apenas isto: não consegue ser justo com alguém de quem não gosta. Tudo do melhor
De cokas a 6 de Abril de 2007 às 12:56
de Coruja não sei a que chama de ignorância se é ter canudos e não saber fazer nada de útil à sociedade ou ter a escolaridade até á 5º classe como se chamava na época saber tirar da terra o sustento para a família termos uma cidrugia , fabricas de lanificios ,uma surifame estaleiros navais fabricas de vidro ceramica, escolas, em todos os recantos do país por menos que fossem os alunos .Que os pais os mandassem à escola isso j á é outra musica,fabricas de concervas , industrias nacionais que deichavam o dinheiro no país e não manopolios estrangeiros que têm delapidado o patrimonio nacional os oficios aprendiam-se na pratica não em teorias não haviam doutores de aviario.O descalabre do país veio com a total ignorância dos politicos .Nessa época não havia se os sem abrigo a dormirem pelas ruas nem drogados a quem se alimenta o vicío porque d á dinheiro a alguém haveria uma enchada para ganharem o pão com o suor do rosto que não faz mal a ningém etc , etc Feliz P á scoa
De segundavida a 23 de Janeiro de 2007 às 15:43
O meu pai conta que, aquando da segunda guerra mundial (tinha ele 25 anos), Salazar se dirigiu ao povo Português e lhes disse "livro-vos da guerra mas não vos livro da fome". É certo que Portugal não foi invadido pelos nazis mas "entrámos em grande" para os Alemães, pois a fome parece que foi demais. Quanto aos países que foram parcialmente destruídos, parece que ficaram a ganhar, pois foram reconstruídos e desenvolveram-se enquanto o nosso ficou esquecido. Boa semana. Abraços.
De cokas a 6 de Abril de 2007 às 12:14

de Coruja não se esqueça que a reconstrução desses países enriqueceu bastante Portugal.
Feliz Páscoa.
De Praia da Claridade a 23 de Janeiro de 2007 às 16:16
Vim conhecer "A Padeira de Aljubarrota", ler o artigo publicado, e deixar os meus votos de uma boa semana.
Filipe, com o da minha Praia.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds