De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quinta-feira, 1 de Junho de 2006

Dia mundial da Criança

Há que punir «exemplarmente» quem abuse das crianças e não as dignifique. Cada um de nós tem de ser «provedor da criança»: intervindo, cuidando, apelando... denunciando.
Tudo, menos ficar de braços cruzados. A criança não é um objecto. Não. Numa Europa de cidadania, os verdadeiros cidadãos fazem-se enquanto crianças, evitando futuras deliquências.
Todos nós temos, por conseguinte, enormes responsabilidades e falhamos tantas vezes por comodismos e omissões.
Não podemos ficar calados perante os horrores que nos rodeiam diáriamente: pedofilias, (na América, pais que abusem dos filhos já levam 20, 30, ou mais anos de prisão), espancamentos, tráficos, assassinatos macabros etc., etc.
Não podemos continuar a assistir a tudo isto - silenciosos.


MEDIDA INTELIGENTE

Ora até que enfim! Lembraram-se das costas das crianças, que acarretam todos os dias com mochilas nunca vistas, de um peso inédito! Parece-me que não é pelo peso dos cardápios que as criancinhas sabem mais, antes pelo contrário. Este peso, que pesa no bolso... e nos costados, só serve para abonar editoras, médicos e radiologistas. Enfim, haja paciência!
Ah, e acho bem que os livrinhos ainda possam passar para os irmãozinhos, medida que deve desagradar a muita gente.
publicado por padeiradealjubarrota às 03:15
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Baro da Tria a 7 de Junho de 2006 às 17:18
Sem comentários, é isto Portugal o Portugal com futuro.
De commonsense a 6 de Junho de 2006 às 23:17
Mas as crianças, Senhor, porque lhes dais tanta dor, porque padecem assim.
De y_lune a 5 de Junho de 2006 às 01:14
Agradeço sensibilizada o teu olhar em meu sítio de alguns sentires!

Tens dois assuntos assaz pertinentes! Uma maneira inteligente e sensível [apesar de ñ aparentar] de festejar o 'Dia da Criança'!Primeiro assunto: a vergonha do país q temos estar em 1º lugar dos países da Europa em maus tratos às crianças :((
Segundo assunto q atravessa um terceiro: o peso 'louco' q as crianças tranportam nas costas todos os dias pq as escolas ñ lhes facultam espaços para deixar alguns livros [já regulamentado há bastante tpo em mts países da Europa e do mundo] e finalmente o 'comércio'os manuais adoptados! 100% de acordo!!
De gaivotadaria a 4 de Junho de 2006 às 23:15
Olá :)
Fiquei deveras interessada na notícia de que finalmente a situação dos muitos livros e demasiado volumosos iria mudar, o que se tem passado até aqui é mais uma caracteristica deste mundo de loucos em que vivemos, fazem-se muitos livros quiçá alguns desnecessarios e volumosos e depois fazem-se mochilas com rodinhas...enfim... espero que tenha os dias contados esse saber tão pesado para a coluna fragil de uma criança. Boa semana.
De frf a 4 de Junho de 2006 às 18:58
os inglezes sempre nos trataram bem e na questão de crianças então é sempre a abrir , chegou-lhe a vez , segundo noticias teem escravatura de crianças vindas de outros países para serviços pequenos conforme se lê na denuncia e agora como é , seremos nós que temos crianças a cozer calçado á mão ou serão eles que na mesma situação vão dizer como aquela história , dois compadres encontram-se depois do 25 de Abril , então compadre isto agora de liberdade é que vai ser temos que pensar na maneira de dividir as suas galinhas e o outro responder áh compadre e os seus porcos , meus porcos mas compadre estou a falar de galinhas e não de porcos , não cuspas para o ar que o podes apanhar em cima.
De curioso a 3 de Junho de 2006 às 22:24
Um país onde se passeia livre foragidos a justiça de abusos sexuais a crianças não é um país. Que podemos nós fazer mais? Quando tudo foi feito para levar a barra dos tribunais canalhas pedófilos e eles contornaram, ficando soltos e rindo das vítimas.
De GATO ESCALDADO a 3 de Junho de 2006 às 19:03
A defesa da criança é uma obrigação de toda a comunidade,ninguém deve alhear-se quando tem conhecimento de que uma criança é maltratada.Sobre a questão dos livros,concordo inteiramente contigo.Um abraço
De cidado comum a 3 de Junho de 2006 às 12:04
olá bom blogue este sim senhora. A verdade é essa, os livros pesam enquanto o saber é leve.
De rules a 2 de Junho de 2006 às 14:23
Mai nada... TUDO DE BOM ;)
De js a 2 de Junho de 2006 às 13:57
...há dois atras, na Holanda, foi apresentada a intenção de criação de um PP - Partido Pedófilo, se muitos consideram um absurdo a criação de tal partido, eu felicito a iniciativa, pois desse modo os pedofilos estão agrupados num só partido e não dispersos pelos vários existentes, como acontece em Portugal...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt e

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds