De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Terça-feira, 19 de Setembro de 2006

'Expresso' versus 'Sol'

São dois semanários: semelhantes.

O primeiro tem um passado, uma existência, uma marca.
O segundo, a frescura da novidade... e alguns «parentes» do primeiro. Daqui a uns tempos, saberemos os efeitos da concorrência.

Num brevíssimo olhar:

A revista Única (último Expresso) bate a Tabu (não aprecio o nome), do Sol: nos artigos de fundo, nas fotografias: cores e grandes planos excepcionais.

Quanto ao Expresso (jornal), perde no grafismo - nos cabeçalhos pouco apelativos, talvez na cor. Falta-lhe algo: impacto! Digamos, está um pouco anémico.
E tem uma letra «ligeiramente» mais pequena que a do Sol. Insignificante? Importantíssimo!
Também não me convence aquela mini entrevista, Cara-a-Cara, a dois salvadores da pátria: Fernando Pinto (Tap) e Scolari. Não lhes retirando o devido mérito: Pinto de bola na mão... e Scolari de aviãozinho em punho...não faz o género do Expresso.

Por seu turno, o Sol, ganha no jornal: no arrumo, nos cabeçalhos «gordos» e a negro, ou a azul. E também em algumas secções, leves, mas interessantes e elucidativas. (Não me refiro à Rebelo Pinto e às suas lições de sexologia! Livra!)
Inteligentemente faz publicidade a si próprio, divulgando os temas-chave da semana seguinte.
Marcelo é uma boa aposta, a fazer frente a Sousa Tavares. Mas a estreia do seu «Blogue», não cativou especialmente. Está bastante desenxabido...e a falar do «netinho»! Poupem-me!

Depois de acertadas as agulhas, creio que ficará tudo um pouco na mesma, no que diz respeito a vendas. Haverá compradores para ambos os jornais (até porque desapareceu o Independente, apesar de ultimamente já pouco contabilizar). E depois, hoje em dia, a Fidelidade perdeu-se. A net contribuiu, e muito. As revistas semanais, de qualidade, ajudaram à dispersão. Hoje compra-se, conforme a carteira. E alternadamente. Varia-se...
Bastante.
publicado por padeiradealjubarrota às 23:17
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De gaivotadaria a 4 de Outubro de 2006 às 19:23
Não li o Sol, continuo a comprar o expresso, antes eu dizia sempre: «bolas, para que será que fazem umas paginas deste tamanho?» melhorou bastante, e muito conteúdo desapareceu e a maioria das pessoas talvez nem tenha dado por isso por não ser da sua preferencia.
Quanto a Miguel Sousa Tavares tenho sempre elevado apreço e simpatia pelas suas
opiniões assim como gosto muito daquilo que escreve.
Como disse não li o Sol mas pelo que tenho ouvido tb é um semanario de grande qualidade, se a escolha é dificil compram-se os dois(para quem pode...) :)
De jo a 1 de Outubro de 2006 às 22:52
Exactamente o que eu penso fazer. Quando saiu o 1º e 2º ns do SOL comprei também o Expresso, meu companheiro de uma vida, mas agora nos tempos que se seguem até me decidir, uma semana será um outra semana outro.
Fica bem
De tampinhas a 24 de Setembro de 2006 às 15:45
como sempre assertivo nos posts. Boa semana e beijocas
De Carlos Afonso a 23 de Setembro de 2006 às 02:41
Vim deixar um Beijito e Votos de um óptimo Fim-de-Semana, Amiga Padeirinha!!...Carlos.
De GATO ESCALDADO a 22 de Setembro de 2006 às 22:07
Costumo comprar o Expresso,mas acho que se está a tornar um jornal muito enfadonho.Salva-se a revista(Única)que costuma ter uns artigos interessantes (às vezes).Quanto ao Sol,comprei por curiosidade,mas não me parece que traga algo de novo.Bjs.
De segundavida a 22 de Setembro de 2006 às 16:09
É mais um entre muitos, será que vai ter sucesso? Como bem dizes a carteira da maioria dos portugueses anda vazia e existem prioridades e muitas. É mais um entre muitos, será que vai ter sucesso? A ver vamos...como diz o ceguinho! Boas padeiradas.
De frf a 21 de Setembro de 2006 às 12:04
Existem no mercado jornais a mais para se poder avaliar quem está ao serviço de quem, mas uma coisa é certa e nisso dou a mão á palmatória,o serviço é igual a muitos jornais que por ai andam.
Não creio que venha algo de novo num jornal que começa a vida a não ser que seja independente da maneira de pensar da politica de hoje.
E isso não creio que o façam derivádo a que a vida está cada vez mais cara para certa camada do povo português.
De Andesman a 20 de Setembro de 2006 às 21:57
Comprei com curiosidade o primeiro numero do SOL. À noite vi na TV a reacção de Isaltino Morais à notícia da primeira página:"Isaltino tem casa apreendida". Isaltino visívelmente irritado e precipitado disse: "Esse jornal é um pasquim que quer colocar o Dr. Marques Mendes em PM...são todos amigos do Dr. MM...a notícia desse pasquim é uma falsa mentira!!" Foi um espectáculo. Tudo de bom
De intemporal a 20 de Setembro de 2006 às 16:43
Não tenho por hábito ler o Expresso, por conseguinte sem argumentos para comentar. Miguel Sousa Tavares.............tem vezes que não "está bem" outras que é péssimo.........mas lá que tem conhecimentos, ão tenho dúvidas! Um beijo
De Baro da Tria a 20 de Setembro de 2006 às 14:37
Olha nem um nem outro. São ambos belos exemplos do jornalismo caciqueiro e provinciano que temos de sobra, ler o Expresso/Sol ou o Eco de Fornos de Algodres é o mesmo.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds