De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2007

CRIME e INSEGURANÇA

 

 

Ao falar-se de insegurança neste pobre país, o sr. Primeiro-Ministro sorri - descaradamente, no parlamento.

 

Interessante. Deveras... 

 

Com que então, o sr. Primeiro-Ministro acha que é tudo patologia dos portugueses e pura  imaginação.

 

Com o estado do país, caótico como está, o desemprego em massa, a dívidas acumuladas, os insuportáveis empréstimos aos bancos, as empresas a falirem em catadupa - e a fome e a doença a apertarem, o sr primeiro ministro acha que a criminalidade não aumenta!

 

E não venham com desculpas do 'submundo' do Porto: claro que se trata de crime de máfias, de droga, prostituição e vinganças - mas, também aqui, quanto piores forem as condições de vida, piores as lutas dos seguranças(cadastrados!) pelo espaços e poderios.

 

Mas a memória é curta. Não é só a noite do Porto que está a saque. E as mortes e facadas dentro de várias discotecas de Lisboa, já para não referir nomes?

 

 

Quanto à criminalidade em si, não lhe chega, sr.Primeiro-Ministro: os constantes assaltos às gasolineiras, que já envolveram mortes, os assaltos à luz do dia a carros e passageiros, os assaltos a toda a hora a ourivesarias de Norte a Sul do país, a bancos e multibancos etc; etc; etc...?

  

(Eu pessoalmente já assisti a um violento assalto a um carro, às 11.30 da noite, em Lisboa, por quatro homens encapuçados e de metralhadora em punho... Tal qual Chicago!) 

 

Ora, sr. Primeiro- Ministro, o que o sr. faz, ao sorrir placidamente, é gozar com o povo que o elegeu.

 

 As gentes do Porto, dizem sentir-se inseguras ao sair à noite. E os portugueses, em geral, sentem-se inseguros 24 horas por dia.

   

Se a América conseguiu espantosamente retroceder na criminalidade, nós, neste cochicho, não o conseguiremos?

  

É só querer, sr. primeiro-ministro....Olhe que sim!...

 

publicado por padeiradealjubarrota às 11:29
link do post | favorito
De Jorge G - O Sino da Aldeia a 15 de Dezembro de 2007 às 23:01
Enquanto esse calhordas vai mentindo descarada e despudoradamente, os assaltantes vão gozando e nós agonizando!

Boas Festas.
Um abraço.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds