De Pá em riste!... Em todas as direcções...

.posts recentes

. Aqui estou, preguiçosa de...

. caso Casa Pia e afins...

. Portugal: Manta de Retalh...

. Lentidão

. ...

. A Padeira tirou umas féri...

. Saramago

. LISBOA

. ENCRUZILHADA

. JORNAL NACIONAL

.arquivos

. Outubro 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

Quarta-feira, 12 de Abril de 2006

Crianças

A lei da adopção em Portugal é tão complexa, tão burocrática, tão exasperante que desmoraliza os mais aguerridos. E não se percebe bem porquê, ainda para mais com as desgraças que vemos por aí: crianças abandonadas, vendidas, espancadas e mortas das formas mais ignóbeis. Então que haja convénios e que se possa adoptar lá fora, noutros países, já que isto aqui é a morte lenta. Morte - dos que anseiam por ser pais, agonia, de centenas de crianças amontoadas em instituições.
Bom será lembrar que há muitas crianças com 5, 8,10 anos, que sonham ter pais. Será pedir muito??... Foi exactamente por isso que se propôs o «prolongar» da idade dos adoptantes para os 59 anos, desde que, é claro, se adoptem crianças com a «devida» diferença de idades estipulada.
É bom... é saudável. É um estímulo e uma nova razão de viver.
publicado por padeiradealjubarrota às 01:07
link do post | favorito
De rules a 12 de Abril de 2006 às 13:27
Por acaso vi ontem uma reportagem sobre este assunto, onde um casal francês adoptou 4 crianças portuguesas que tinham idades na altura da adopção não mt apeteciveis (entre os 6 e 8 anos), a burocracia é exigente mas alguns futuros pais tb o são (bébés de cor branca sem nenhum problema são as preferências). Padeira tb te posso dizer que levei a tal injecção e tomei os relaxantes musculares além de ter passado 2 vezes no hospital, agora acho que já passou... tudo de bom :)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
blogs SAPO

.subscrever feeds